segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Colorella 12.11 (Alfaparf)



Pessoas, oi!

Um tempinho sem escrever...Hoje estou aqui pra comentar de uma tintura da Alfaparf, da qual eu não dava fé nenhuma, mas que surpreendeu!

Ela não é tão nova, já havia visto nas Americanas, mas como priorizei a 12.111 da Loreal, nem me motiva a testar.
Até que por curiosidade, procurei saber mais. Estou sempre em busca de loiros claríssimo, especialmente acinzentados por conta da minha base excessivamente dourada.
É bem chato encontrar uma coloração que deixe meu cabelo branco e como só uso descoloração nas mechas que tinjo de cores fantasia, as tinturas loiras ficam com boa parte do trabalho.



Resultado de imagem para colorella 12.11

Bem, essa caixinha adquiri nas Americanas (acho que não foi nem R$15) e admito que testei já não esperando tanto clareamento.

Pois bem, resolvi fazer teste de mecha...
Alias! Teste de mecha é a coisa mais importante NA VIDA quando se trata de coloração! FAÇAM!
Meu cabelo poderia ter virado borracha. Ou poderia não ter acontecido nada. Já pensou aplicar nele inteiro?
Ou ia detonar inteiro ou perderia tempo.










 Eita, uma boa parte ficou cinza! Boa noticia, pelo menos funciona com o que já estava loiro.












E a parte ruiva manchada ficou bem mais clara! Outra boa noticia: serve pra matizar uma boa parte da cor indesejada.

Minha base estava meio horrorosa. Há tempos não retocava o branco/cinza (mais de 1 més, certeza!) e tinham algumas mechas ruivas, a raiz estava amarelada, o branco manchado.














Aqui vão três fotos que não me deixam mentir!













Raiz com TRÊS cores!
Poderia ter descolorido tudo e usado uma tintura loira? Poderia.
Mas...Estou aqui pra desafiar a ciência! dx-D
Por isso o teste da mecha. Permite que haja uma margem de erro BEM menor.













Ao contrário das outras tinturas que já usei, essa praticamente não arde. Não incomoda. Só chequei o cabelo algumas vezes, pra ver se a cor estava aceitável.
Inclusive esse fator me fez suspeitar se ela estava, de fato, fazendo efeito, de tão acostumada que estou a sensação do cabelo faltar sair fumaça.













Quanto ao resultado: Não fez milagres e olha só: 30 volumes!
Siiimmm...Ao contrário dos outros loiros extra-claros/platinados que vem acompanhados de 40 volumes, essa é uma abaixo.
"Ahn, ainda tem um cobre ali!!". Sim, ainda tem algumas partes com um resto de ruivo, porém, o cinza predomina.

No comprimento em si,o resultado foi bastante satisfatório. Não manchou. Não virou três, quatro, cinco cores.
Matizou boa parte, a cor ficou bonita e o cabelo continua saudável. Aliás, é um ponto alto: Mesmo não usando o sachê anti-porosidade que vem junto, a hidratação diária deu bem conta, nem parece que passou por química.













Só tem um detalhe: A raiz. Se você não tem o fundo de clareamento tão dourado e o cabelo castanho média, possivelmente ficará loira com uma aplicação. Meu cabelo estava virgem e abriu praticamente 8 tons. Matizando, provavelmente chegará ao cinza.
O que, aliás, só a 12.111 consegue fazer de uma vez.
Na prática, ela tem o efeito similar a 11.11 da linha Platinium da Alfaparf, porém BEM menos agressiva e mais acessível.













A raiz dourada de sempre. No geral, achei bem satisfatório: não há danos nos fios, abriu o que seria equivalente a uma descoloração, o dourado que ficou pode ser corrigido só neutralizando com shampoo violeta da vida, é bem acessível










Sem duvida, usaria novamente! Entrou pra lista dos loiros que dão pra manter em estoque.
d:-)





Nenhum comentário:

Postar um comentário

E ai..?