terça-feira, 3 de abril de 2012

Sobre o cronograma, produtos e mais

Seguinte: Me perguntam diariamente quais produtos eu uso e o que precisa pra manter o cabelo após tingido. Geralmente respondo que é questão de manutenção e cuidados, mas estes devem começar ainda após a descoloração.

Como já dizia um sábio: "Não deixe estragar pra começar a cuidar!".

A partir do momento que você faz alguma química no seu cabelo, isto é, o agride de alguma forma, é fundamental que não o espere cair, virar elástico ou ter um corte químico pra se preocupar.

Costumo focar mais nas tinturas e descoloração por serem processos que faço com frequência, então pra mim é mais fácil até pra montar tutoriais e especificar mais alguma questão que possa gerar dúvidas.
Vamos começar com o cronograma. Eu já comentei anteriormente que ele é uma tabelinha que auxilia nos tratamentos que devem ser mantidos após uma transformação qualquer, como descoloração, tintura, progressiva, relaxamento e por aí vai.
Ele é meio generico pra todos os tipos de cabelo, afinal todos tem basicamente a mesma estrutura interna e tals. O negócio é que ele deve ser encarado e usado como GUIA e não verdade absoluta.

O que isso quer dizer? Sim, hidratações são importantes. Nutrição idem, assim como reconstrução. Porém apenas um não resolve, elas precisam ser combinadas pra fazer efeito e manter o cabelo saudável. Do mesmo modo que todas ou qualquer uma delas em excesso também podem danificar a fibra.

Sei que parece chato e sofrido, mas é o tipo da coisa que você irá saber testando. O cronograma é uma ótima e existe para servir de base do que você irá montar pro seu próprio cabelo.
Como assim? Por exemplo, se você esta mantendo o ritmo, fazendo tudo direitinho mas acha que o cabelo está quebrando muito pode ser excesso de reconstrução (queratina). O que fazer pra resolver? Umectação e aumentar algumas doses de hidratação, que repõe água e deixa o cabelo mais maleável, ele vai cedendo aos poucos.

E a umectação, se é a primeira vez que você le esse termo: nada mais é que umedecer os fios com oleos vegetais antes das lavagens. Pode ser azeite, aqueles de lojinhas naturais, manteigas...Enfim, há bastante variedade no mercado (literalmente falando! dx-D), o que não entra como exemplo é reparador de pontas e produtos com petrolatum.

Agora, se o seu cabelo esta com aspecto chiclete, é justamente o contrario: falta de queratina e proteínas. O que não é aconselhável nesses casos: cauterização e selagem, que são processos cuja base é o calor. Secador nem é o maior problema se você for cuidadoso, usar protetor térmico e tiver paciência pra modelar os fios com uma escova apropriados. Não adianta nada pegar mecha por mecha da raiz, usar a força do atrito e encostar o bico no cabelo, ele esfarela na escova mesmo!
Chapinha é um problema, a não ser que você use com protetor térmico, aconselho a se despedir por uns tempos. É muito calor, este faz o fio dilatar e o que estava elástico simplesmente se rompe.

Logo, se você for acostumado a usar chapinha e quiser tingir/descolorir, duas coisas:
-Passe o minimo de vezes possível
-Nunca, jamais abandone o protetor.

Pra cabelos tingidos, idem! Quanto mais calor menos a cor dura. O raciocínio se mantem: fio dilata, fica poroso com mais facilidade e não segura a cor, INDEPENDENTE de ser a melhor tintura, na cor mais escura.

Ou seja: quanto mais você puder evitar o calor de modo geral, mais os cuidados fazem efeito e mais a cor dura.
Porque, meu caro leitor, querendo ou não: aquela escovinha é um efeito psicológico. Fica bom pela técnica usada pra secar os fios, pela fricção da escova, pelo modo como foi modelado.
Ela te engana naquele instante. O que também vale para tratamentos pós salão: se cabelo fica lindo quando voce sai, agora vai lavar em casa,...

Por mais que eu divida alguns segredos, ensine a limpar do modo mais ideal e perfeito possível, você e eu sabemos que a verdade esta um pouco mais alem. Pra saber o real estado do seu cabelo deixo-o secar natural.
E se você nao gostar do que ve é questão de avaliar o que precisa ser feito e tomar algumas atitudes. Nada mais comum!
O que não quer dizer que você precise manter a FORMA dele natural e se aceitar, por exemplo. Oras, se pra você é mais fácil mante-lo liso, deixo-o assim, desde que pra isso você seja precavido.

Meu problema é com gente que inventa de fazer progressiva, definitiva, permanente e escovas worldwide e fica usando Seda hidratação total achando que está cuidando muito bem.

E nisso entramos em outra questão: produtos.
Um caso sério desde sempre, ninguem sabe o que usar. Não os culpo, tem trocentas opções no mercado, como você vai saber?

Neste momento voce se baseia no cronograma. Então, precisamos necessariamente de um hidratante, um creme de nutrição e um reconstrutor.
O que costumo sugerir: intermediários. Pra hidratação, como são dobradas as aplicações e não adianta, a gente usa bem mais mesmo, o melhor que você faz é ter um baratinho de farmácia, tipo Bioextratus, Dove, Pantene e afins e um que seja melhor com custo médio. A não ser que voce possa investir mais um pouco, ai humildemente irei sugerir Morocanoil, Joico ou algum da linha Loreal e Tigi (particularmente acho subestimados e não dão resultado no meu, MAS...É interessante comentar, no seu pode ser a salvação).

Pra nutrição tem menos opções, então costuma ser mais fácil. Vai desde o ph4 da alfaparf ao creme nutritivo da amend. Bem, o ph4 vem meio kilo, talvez seja um bom investimento. Porém há o risco do seu cabelo simplesmente não aceitar e você sentir dependência da escova.
Sim, pode acontecer. No meu foi indiferente, eu quase não vi resultado e usei mais pra gastar. Talvez hoje, se eu experimentar novamente fique satisfeita.

E reconstrutor. Taí um produto no qual você deve investir, que deve ser o melhor que você puder comprar. Porque é ele que provavelmente irá salvar seu cabelo de um possível corte químico, que vai devolver a massa perdida e eliminará o efeito elástico.
Aqui há nomes que voce deve conhecer por indicação alheia: Kerastase Age Recharge, Affirm 5 in 1, Joico KPAK, Lanza, Keune...
Desses eu tenho o Age Recharge para momentos extremos (ele é absurdamente forte, o cabelo fica duro!), o Affirm 5 in 1 para pós descoloração, o KPAK pra manutenção mensal, um da Acquaflora basiquinho e o classico RMC da Amend.
Este, por mais que você use e não veja retorno, é bom ter. Ele é próprio pra reposição de massa pos-química, os efeitos são a longo prazo, porem não apenas recupera o dano como evita futuros.

Geralmente me perguntam se tenho algum truque ou segredo. Sem duvida, todos tem. O maior de todos sem duvida alguma é: manter.
Parece bobo e sei que não é simples no inicio, a gente fica bastante perdido e eu mesma demorei meses até estabilizar com os produtos e encontrar os que mais se adequavam, porém não desista.
Nunca. Comece no primeiro dia e não passe um posterior sequer em branco. Juro que vira rotina e a gente se acostuma. Sem falar que a maior parte dos cosméticos hoje tem efeito rápido, em 3 minutos já tá pronto.

Ninguém mencionou passar creme de madrugada e deixar o resto do dia com saco plastico...Nada disso! Essa época passou a tempos, até no salão uma lavagem não leva mais de 5 minutos. E não é economia ou desleixo, realmente não precisa.

Claro, o dia que você tiver mais tempo é super valido fazer uma reconstrução/nutrição mais completa, deixar na toca 15 minutos, fazer massagem e tals, usar um protetor e secar com secador...Coisas assim fazem diferença, mas não deve ser rotina, mesmo porque cremes que exigem tanto tempo de ação geralmente o indicado é que sejam usados a cada 15 dias, especialmente por conta da composição e dos ingredientes, costumam pesar mais e por isso não é necessária uma frequência maior.

E bem, é isso que fazemos pra manter as cores e o cabelo saudável mesmo apos descoloração e tinturas em geral. Sem maiores segredos, não esquecer um dia sequer.
d:-)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E ai..?