domingo, 4 de março de 2012

Neutralizadores vs tintura fantasia diluida

Irei continuar a o post anterior e mostrar a diferença de neutralizar com misturinhas e de diluir tinturas já prontas.

Então, aqui temos os exemplos de azuis da Special Effects:







O que eu fiz: peguei um restinho de condicionador (Usei o da Matrix) e coloquei 1 gota de cada tintura, só pra conhecer desbotado e poder comparar as que tem mais azul e as que tem mais roxo. 

Em relação aos tons:
-O Eletric Blue é azul puro, o que o torna ideal para acobreados ou aquele dourado palha.
-O Blue Mayhen é azul com um pouco de roxo, na pratica impede que o cabelo desbote verde. Para neutralizador ele tem uma fração a mais de roxo pra muito azul, o que quer dizer que ele seria uma boa opção pra um cabelo que ficaria cinza se for um dourado um pouco mais dourado que o palha.
-O Blue Velvet tem mais roxo que o Blue Mayhen, seria a versão dele mais escura e mais arroxeado. Não chega a ser equivalente, é um pouco mais de roxo se comparado ao Mayhen. Na pratica ele neutraliza um possível amarelado e deixa o cabelo com reflexo roxo dependendo da luz.
-O Blue Haired Freak nada mais é que o Wildflower versão azul. Ele é um azul bem claro, meio pastel, com um pouco de roxo.

Neste caso, como é neutralizar variações de dourado, não recomendo: Eletric Blue, Blue Haired Freak e provavelmente o Blue Mayhen.

Porque: Eles são azuis demais. Vai ficar faltando roxo pra muito dourado e é bem provável que caia pro verde.











A Wildflower, que é um pouco mais roxa que os cremes pra neutralizar amarelado e um pouco mais azulado que o neutralizador com vg.
Ou seja: ela é um intermediário para dourados que estão meio amarelados. 

Sendo assim, neste caso os mais indicados são: Wildflower ou Blue Velvet.
A diferença: O wildflower tem mais roxo, se comparar com o Velvet ele é mais equivalente a vg. Porém, ainda é mais azul que esta.

Vamos aos resultados?
O que fiz foi dividir o cabelo em tres partes. As fotos são meio genéricas por enquanto (mesmo porque, imagine postar 6 fotos parecidas),  é só pra que você tenha uma noção de como eles funcionam na pratica.















Minha máquina foi boazinha demais. Ele estava mais amarelado na parte dourada e nas partes de baixo, mas era um dourado gradual. Logo, imagine esse dourado da foto amarelando (não a ponto de ficar amarelo-ovo-, só aquele tom de cabelo de barbie).













Aqui o problema é essa mancha (acredite, eu tenho me esforçado pra clarear quase toda semana), que fica um cobre estranho. Espera-se que no próximo processo ja esteja uniforme.
Nesta parte o problema maior era o dourado em si, não tinha nada amarelado mas tava BEM dourado. Aquele quase ficando castanho médio-sujo.

Logo, voce pode concluir que precisei fazer testes com várias misturinhas pra não virar um caos muito maior e parte ficar meio verde, parte meio lilas ou qualquer coisa assim.













Aqui foi a parte de baixo que estava dourado-amarelado-demais.
O que eu fiz foi usar a misturinha com sweet grape+azul, já que dourado-amarelado anula-se com violeta.
Deu bastante certo!













Comparando com a Wildflower dissolvida. Tem uma parte levemente esverdeada e uma parte mais azulada.
O que aconteceu na teoria: o esverdeado foi algum excesso de dourado, ele tava meio amarelado demais pra tanto azul e não teve roxo o suficiente.
E a parte azulada na pratica chumbou. Quando lavar fica cinza. 













Aqui estava dourado demais, então usei a misturinha intermediaria com roxo (roxofluor/blueberry+sweet grape).  Deu bastante certo em boa parte do cabelo. Em algumas não foi suficiente pra ficar branco, resultou num dourado bem fraquinho que resolve com shampoo silver.













A comparação com a misturinha de roxo e Wildflower dissolvido. Ficou levemente mancho, algumas partes resultaram em cinza, outras branco, outras ficaram meio azuladas.
Aqui não tinha muito jeito, essa parte estava um dourado mais escuro, quase cobre. Então com as lavagens estabiliza.













Nessa saiu mais dourado, dependendo do angulo e da luz nem dá pra ver o azul chumbado. Ainda assim é uma cor que só aconselho se o cabelo não estiver amarelado, do contrário ele acaba manchado e é capaz que fique mais escuro do que se chumbar.










A franja é sempre complicada. Ela estava branca na ponta, dourada na raiz e ficou meio amarelada em algumas partes por conta da mecha amarela.
O que fiz foi pegar as partes de baixo, que já estavam brancas e passar Wildflower dissolvido só pra evitar que amarelasse.
Na raiz passei um pouco de Eletric Blue muito dissolvido pra ver matava o dourado-meio-cobre. E algumas partes que ameaçaram ficar verde mantive o processo com a misturinha roxa.

Tive que ficar atenta pra não virar uma bagunça sem fim.
E bem, acabou dando tudo certo, a cor ficou uniforme (o que eu não esperava, ha que tinha uns 3 tons de dourado) e eu sei que só aconteceu isso porque eu tinha varias opções de roxo e azul disponíveis.

É isso. Tintura pura diluída é um ótimo recurso e sim, funciona! Mas não deixa o cabelo uniforme dependendo do fundo de clareamento. A vantagem da misturinha é que você sabe quanto de roxo (vermelho/cinza) e azul tem, logo não será uma surpresa quando lavar.

Mas sim, é uma ótima ter a tintura também. Não exclua um ou só use o outro, quanto mais recursos e opções mais serão as chances do resultado satisfatório independente da quantidade de dourado/amarelo tiver no cabelo.

d:-)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E ai..?