domingo, 18 de abril de 2010

A estrutura dos fios

Muito se fala em cabelos, pouco se mostra os fios.
Não ha sentido estudar um assunto, falar dos cuidados, das agressões, dos cosméticos disponíveis sem conhece-lo e ter a visão estrutural.

Nas minhas pesquisas reparei que pouco se explica como é a ação dos produtos na pratica. Estou a procura de fotos, mas é triste o quanto esse material é escasso.
Logo, não repare se ao digitar as palavras-chave no Google a imagem for familiar.


















*Estrutura interna do cabelo, prazer!

A composição é basicamente tecidos epidérmicos e dérmicos, que engloba os tecidos conjuntivos (bulbo, membranas, a cutícula e o cortex).
O bulbo é o responsável pelo crescimento dos fios, ele fica implantado no couro cabelo, que é onde ha irrigação sanguínea e assim recebimento de nutrientes.

Entramos assim, no folículo piloso, uma estrutura complexa que consta de...1 fio de cabelo!

E agora pedirei permissão para parafrasear descaradamente a Wikipedia, fazendo as edições necessárias porem como base o texto já publicado.

O cabelo é um fio com queratina tendo a haste como parte que emerge do douro cabeludo podendo ser dividido em:

-Cutícula: Camada externa do fio de cabelo que se divide de 0 a 12 camadas que, sobrepostas, protegem a estrutura. Por ser transparente nos permite ver a cor do fio do cabelo. A cutícula sofre agressões externas,  por ação mecânica (escovar, pentear etc.) e transformações químicas (relaxamento, permanente, colorações, reflexos etc.) As cutículas são parcialmente sobrepostas sobre si, podendo formar de cinco a dez camadas de placas. Essas placas, por sua vez, oferecem excelente proteção ao córtex.














*Cuticula aberta e fechada.

-Córtex:  Região intermediária onde transformamos a estrutura do cabelo. Podem ser encontradas  as seguintes ligações químicas: 

->ligação salina: no simples ato de molhar o cabelo a sua extensão é aumentada. 
->ligação de hidrogênio: a deformação acontece quando transformamos temporariamente o cabelo. 
->ligação de enxofre (também conhecido como Ponte de Dissulfeto): só é rompida através de ação química ou física (aquecimento) e sua transformação é permanente.
















->Medula: É a parte central do fio. Há fios de cabelos que não possuem medula, não modificando em nada sua estrutura. O canal da medula pode estar vazio ou preenchido com queratina esponjosa. Ainda não foi determinada a função desta região. Contudo estudos recentes apontam as pesquisas para uma associação da medula com o primeiro instante da fase de germinação do fio onde a medula serviria como um "direcionador" do novo fio em direção ao poro.

-> O Ph dos fios: A camada hidrolipídica que protege o cabelo, a pele e a unha têm pH levemente ácido, um valor compreendido entre 4,2 e 5,8 na escala de pH. Dessa forma, todos os produtos que entram em contato com o corpo humano devem ser neutros (pH igual ao do cabelo, pele e unha) ou levemente ácidos (em cosmetologia considera-se até um pH = 6,1).

Tipos de cabelo:

->Cacheados: Tendem a ser secos pela razão de seu formato em espiral, o que dificulta a hidratação dos cabelos. Por serem geralmente cheios necessitam de hidratação constate que deixe o cabelo mais brilhante, sedoso e não muito volumosos. É recomendado evitar penteá-los a seco, procurando penteá-los quando ainda estiverem úmidos, para manter sua estrutura intacta, desembaraçando-os cuidadosamente, iniciando sempre das pontas até a raiz.

->Secos: É a denominação cosmética para cabelos não sedosos, devido à pouca produção de gordura pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo, não sendo suficiente para lubrificar o cabelo até as pontas, causando pouca hidratação. Consequentemente, o cabelo tem pouco brilho e é quebradiço podendo ser seco por uma característica natural, ou uma condição adquirida devido à exposição à poluição, ao uso inadequado de produtos capilares, dentre outras causas. Uma característica do cabelo seco é o fato das escamas que compõem a camada externa dos fios abrirem-se com o cabelo mais vulnerável aos agentes externos, como poluição, vento, sol e processos químicos, como as tinturas e os permanentes.
O cabelo seco tem pouca irrigação nas pontas, porém recebe irrigação concentrada na raiz, o que reduz a perda de cabelo.

->Normal: Os tipos de cabelos mais comuns. São macios, com produção de gordura pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo equilibrada e regular, de modo a lubrificar o cabelo da raiz às pontas. Não têm excesso de oleosidade na raiz nem pontas ressecadas. Dispensam grandes cuidados para exibir um aspecto brilhante e saudável.
O cabelo normal é uma característica natural, porém pessoas que têm cabelos secos ou oleosos podem equilibrar os níveis de gordura do couro cabeludo e atingir um equilíbrio equivalente ao do cabelo normal.

->Oleosos: Com alto teor de oleosidade, devido à produção excessiva de gordura pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo.
Ficam com aspecto sujo muito rapidamente. Passar a mão nos cabelos e utilizar água muito quente durante a lavagem potencializa a oleosidade.
O cabelo tanto pode ser oleoso por uma característica natural, ou por uma condição adquirida devido à pouca regularidade na higiene, ao uso inadequado de produtos capilares, exposição a ambientes muito úmidos ou com alto teor de vapores de gordura, dentre outras causas. O cabelo oleoso tende a ter a irrigação distribuída ao longo dos fios, diminuindo a irrigação na raiz, o que aumenta a perda de cabelo.

->Mistos: Possuem características de cabelos oleosos e secos, ou seja, o couro cabeludo é oleoso e as pontas são ressecadas e às vezes duplas. É o tipo de cabelo mais comum e também o mais difícil de tratar.


Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cabelo

*Pesquisarei mais com o tempo, sempre que eu encontrar alguma informação nova vou editando o post! ^^

2 comentários:

  1. ta aí o cabelo como eu nunca tinha visto!
    "->Mistos: É o tipo de cabelo mais comum e também o mais difícil de tratar."
    nem me fala cara, estou quase pirando aqui O.o

    ResponderExcluir
  2. faço curso superior de estética e inclui tricologia que estuda cabelos,sempre faço pesquisas de outras matérias no google e tenho facilidade em encontrá-las mas nesse caso o material está escasso, principalmente o de imagens detalhadas sobre o assunto,quem os tiver favor postar para pesquisas.Constancia

    ResponderExcluir

E ai..?