terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Umectação

Nem apenas de produtos profissionais vivem os cabelos. Conheci a técnica a pouco e posso afirmar que é ótima não apenas para hidratar, mas evitar ressecamento.

Neste post irei explicar como funciona como tratamento, já que anteriormente ensinei a função antes da descoloração.

Credito: comunidade Hidratação capilar.

um tratamento à base de óleos ou manteigas vegetais para hidratar e repor lipídios. Especialmente indicado para fios muito ressecados ou ate mesmo dependendo do caso, como reparador de pontas e finalizador.

Para fazer é simples, basta aplicar algum óleo ou manteiga vegetal (livre de óleo mineral) nos fios úmidos ou secos, especialmente nas pontas e/ou mechas mais ressecadas. Não há tempo de pausa específico. A técnica também pode ser usada antes de lavar os cabelos, para proteger os fios da agressão provocada pelo shampoo. ".

Há quem aplique o óleo, coloque a touca, deixe fazer efeito por 1h e lave em seguida.
Há quem aplique, espere alguns minutos e lave em seguida.

Enfim, minha dica é que você teste e compare o que dá menos trabalho e mais resultado! ^^
Se o seu cabelo estiver com as pontas MUITO ferradas, é uma boa usar como reparador. Lembre-se: não emplaste os fios, espalhe apenas algumas gotas entre os dedos e aplique SOMENTE nas pontas. 

Quando ao óleo, é fundamental que você se atente! Ele NÃO pode ter esses componentes na composição: Óleo mineral, parafina líquida, vaselina líquida, mineral oil, petrolatum, paraffinum liquidum.

Na duvida, visite uma loja de produtos naturais e procure por óleos vegetais, esses são a prova de erro!  
  
Quanto a frequência de uso: se o cabelo não ficar muito oleoso, pode ser usado até umas 2 vezes por semana. Não tem contra-indicação, depende da necessidade dos fios e do resultado que você espera ter.

d:-)

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Tutorial: Clareamento com tintura loira (alfaparf 11.21)

Uma maioria não sabe e acha estranhissimo quando dou a dica de descolorir com tinta clareadora.

Eu descobri meio por acaso, já faz alguns anos que mantenho a parte de baixo branca e sempre usei a mesma tinta. Só que eu não aplicava na raiz, era uma especie de manutenção.
Por alguns meses ele foi todo branco e eu queria evitar ao máximo descoloração, logo pra manter a cor fiquei usando essa tinta. Na época eu pensava que ela só servia em cabelos já claros, então no meu caso não faria diferença se aplicasse na raiz.

Até que um dia resolvi testar como descolorante, pra ver o que dava. Passei na parte virgem do cabelo. Para minha surpresa, os resultados foram muito similares, com um detalhe: a tinta não deixa o cabelo poroso.
Se você for usar uma coloração vegetal depois pode ser um problema, a fixação diminui e ela desbota mais rápido. Neste caso, a indicação é forçar um pouquinho as escamas e lavar com anti-resíduos.

E como funciona? Neste post farei um passo-a-passo, mostrando desde a numeração das tintas e explicando o motivo da escolha até o antes e depois.
Porque é bem simples, dá pra fazer em casa e o processo é relativamente rápido, leva pouco mais de 1h desde a preparação do produto ate a lavagem.

O que você precisa:















-Tintas da Alfaparf 11.21 e 0SP
Porque esta numeração: Ele tem como base irise cinza, que ira neutralizar o amarelado. Não precisa ser obrigatoriamente essa da Alfaparf, mas é necessário que se respeite a base irise e seja loiro claríssimo ou platino. Costuma ser o tom mais claro da cartela. A mecha no mostruário é cinza, que seria o resultado caso fosse aplicado numa base ja loira.
O 0SP é super clareador, você encontra em outras marcas.
-Oxigenada 30v ou 40v
*A depender do grau de clareamento
















Só pra mostrar que são realmente essas numerações! d:-)

Agora, a misturinha:















Meu caro leitor, aqui tem um detalhe fundamental: PRECISA ser a mesma quantidade de ambas! Logo, minha dica para que você não se perca na medida é fazer um desenho qualquer, criando camadas. Aqui foram tres camadas de cada tinta, quando terminei uma mantive o desenho e coloquei uma por cima da outra.
A ordem não importa, no caso (só pra orientação) abri primeiro a 11.21 (mais bege) e por cima adicionei a 0SP (que é branca).

Agora é só adicionar o oxidante..















Vai adicionando aos poucos, ate que se crie uma pasta. Existe proporção, mas sinceramente acho que dá mais trabalho ficar se preocupando e medindo as quantidades do que ir misturando, especialmente se a quantidade de tinta foi quase aleatória.
Logo, não tenha medo! O pior que pode acontecer é ficar aguado demais, dai você adiciona mais um  pouco de cada tinta.
Sem falar que a minha cumbuca não tem graduação, logo nem considero a medida.

Em todo caso, o fabricante sugere a proporção 1:2 pra uso em cabelos já loiros (20g de tinta pra 40ml de oxidante). Pra gente, com o objetivo de descoloração, seria 1:1 na pratica. Proporções equivalentes.
Se a sua cumbuca é graduada e você colocou 10 cm das duas tintas, complete ate 20cm com o oxidante.

Só isso? Sim! Não ha necessidade de diluir mix junto porque a própria tinta ja tem base irise.
Agora, vamos a aplicação...














Meu cabelo estava assim. Essa parte toda castanha escura é o que será descolorido.
A raiz toda castanha escuro, uns dois dedos virgem.













Separe toda a parte a ser descolorida e aplique a misturinha direto nos fios:













Sim, é pra emplastar mesmo, de deixar o cabelo branco.

A franja...













Deixe fazer efeito por um tempinho. O ideal é a tinta secar no cabelo, ela forma uma especie de capinha, similar as tintas vegetais.
Depois disso, não fara mais efeito, ela chegou a máxima cor daquele processo! Assim que o cabelo endurecer, enxague.
O tempo médio é de 30 a 45 minutos.













Aqui a tinta esta fazendo efeito, já na metade do tempo. Como saber? Repare a raiz, que era a parte virgem...Esta ficando avermelhada!
Isso ocorre porque o tom vermelho é reflexo de cabelos escuros e pra gente um estagio da descoloração. Na pratica, se a gente lavasse agora, o cabelo ficaria laranja! É o que nos mostra que a cor esta abrindo.













Aqui já esta seco, pronto pro enxague.

E aqui...É o resultado final!














Na frente...Repare que tá quase branco, a raiz ficou levemente loira! Praticamente o mesmo tom se usasse descolorante.
E a diferença maior: sem quebras, sem porosidade, sem aquele aspecto de secura.














Essa foto foi proposital. Deixei a parte de cima da raiz virgem por alguns dias a mais para que a diferença ficasse bem evidente.
Sim, funciona de verdade!

Há um detalhe: o cabelo ficou loiro claríssimo, mas AINDA não esta branco. Esse reflexo sai com facilidade usando neutralizador, logo se é sua intenção mante-lo platinado, é só aplicar um Tonner.

E atras...



















A raiz ficou do mesmo tom da parte da frente. O restante, que já estava praticamente branco, platinou de vez! Tem um reflexo meio cinza/azulado mesmo, mas sai com as lavagens!



















Como ficou a raiz...Levemente dourada. Como comentei anteriormente, é só neutralizar com pigmento lilas que consegue-se o branco!

É isso. Processo bastante simples, fácil e com resultado garantido.
A ÚNICA desvantagem é que a tinta tende a fechar as cutículas, por isso o cabelo após a lavagem fica tao macio (o oposto do descolorante).
Afinal a tinta já tem uma cor, supõe-se que você aplica com a intenção de mante-la. O descolorante por outro lado é um dos passos anterior a cor, ele serve justamente pra tirar a pigmentação e deixar o fio poroso para receber a tintura.

Ou seja: é uma vantagem pra quem quer manter o cabelo platinado.
No caso de quem ira tingir com tinta fantasia, o comum de acontecer é o pigmento durar menos.

Logo, a dica aqui é lavar com anti-residuos, processo que força as cutículas evitando que elas fechem completamente.
Dai é só secar com secador, aplicar a tinta, esperar fazer efeito e usar um creme com ph baixo para compensar a lavagem.


Digo isso porque em mim dura menos mesmo na pratica, mas como eu mudo a cor com frequência não é algo que me incomode.
E eu costumo lavar com shampoo hidratante, já que no caso mantenho a parte branca que foi descolorida.

No mais:

-Sim, funciona para decapar cores. O cabelo não chega a ficar tao claro, mas é bem menos agressivo que descolorante.
-Sim, pode ser aplicado mais de uma vez no mesmo dia, se necessário.
-O oxidante indica-se que seja de 40v. Como este tutorial é antigo, o fabricante atualizou as informações e pode ser usado de 20v a 40v, a dependener do grau de clareamento desejado e da cor do seu cabelo.
-Sim, pode-se misturar 11.21 com 11.20 e dispensar o 0SP.
-Sim, na teoria, qualquer tinta loiro platinado/claríssimo faz este efeito. Inclusive das de farmácia!
O único porém é a volumagem do oxidante. Se atente a isso na compra! Não tendo certeza, use esta do tutorial. 

Fica a dica! d:-)

                                       

sábado, 20 de novembro de 2010

Tonners II

Bem, já comentei de Tonners por aqui, explicando a função, a diferença entre os que tinha disponível e ensinando a usar.

Neste post irei mostrar outras marcas e explorar um pouquinho mais a questão do pigmento.

São elas:










Punky Colour Platinium Blonde (que esta fechada!), Manic Panic amplified Virgen Sonow, Special Effects Mix Tonner e Directions silver (deixa o cabelo prata!).

Em relação ao pigmento: A Directions de longe é mais escura, dá pra comparar com a Wildflower, porem o creme é um pouco mais diluído.
A indicação?! Pra neutralizar laranja. Sinceramente, funciona bem melhor assim! O efeito prata dura tao pouco que não compensa adquirir pra isso. É mais vantagem ter para anular laranja/amarelado forte e resultar num cabelo branco.
Sem falar que se passar do ponto ou se a base não for apropriada, fica um roxo esquisito.
Dai com as lavagens ele vai desbotando e se consegue branco.

Na duvida, o que faz o mesmo efeito: suavizador com pigmento do wildflower ou um pouco de blue velvet da S.E, ou azul atlantic e roxfluor da Exotic.

O Virgen Snow foi uma novidade. Eu nunca tinha visto pra vender em lojas físicas, foi a primeira vez que comprei. O que me assustou é a diferença dele pro Mix Tonner! Ele faz o Mix parecer tinta azul...
A indicação!? Pra cabelos que já estejam brancos. Ele é fraco DEMAIS pra neutralizar qualquer amarelado, experiencia propria.  O resultado pra mim foi uma decepção. Eu não gostei e pretendo adicionar pigmento no meu tubo, pra ver se fica um pouco similar ao Mix Tonner.
A grande vantagem neste caso é que ele tem o mesmo componente das outras tintas, então eu posso criar um neutralizador personalizado.
O produto não se perde. Claro, pra quem não tem medo de adicionar pigmento.

O Mix Tonner é que eu uso normalmente, apesar de mais escuro pra um neutralizador de amarelado, não deixa o cabelo lilas ou roxo. Eu gosto bastante do tom de pigmentação, me baseio nele pra salvar os outros que não funcionam.
A indicação? Para cabelos levemente amarelados, com reflexo loiro. Ele NÃO neutraliza amarelo ovo nem tons mais intensos.










Aqui dá pra ver melhor a diferença: eles deveriam ter a MESMA função, que é anular tons amarelados. Porem como a pigmentação varia muito, isso acaba influenciando diretamente no resultado final.

-Quer neutralizar laranja? Silver da Directions.
-Quer neutralizar amarelado? Mix Tonner da S.E
-Quer manter o cabelo já branco? Virgen Snow da M.P.

E a Punky Colour ainda não usei. Como ela é prima da Directions e eu já use o Tonner deles, é uma segunda opção pra manutenção do branco.

Sim, os Tonners deveriam ser todos iguais, mas como podemos ver não há um padrão, então cada um tem uma função mais adequada pra um objetivo qualquer.

Para evitar aborrecimentos, se atente a porcentagem de pigmento. E não se preocupe, eles NÃO são escuros o suficiente pra manchar o cabelo, o pigmento dispersa nos fios. O máximo que pode acontecer é nada acontecer.

d:-)

Kits de Descolorantes

Como comentei anteriormente, tive acesso a alguns kits de descoloração de marcas de tintas.

Os kits são únicas unidades e não estão disponíveis, comprei pra teste, pra você saber que eles existem e conhecer o resultado.
São eles, da Manic Panic e Raw:













Comprei diferentes de proposito. Dizem que o da MP de 40v deixa o cabelo branco apenas com uma aplicação. Se os fios forem naturais até dá pra convencer, mas duvido que ele desbote um pigmento mais forte, como rosa, laranja e verde.

A diferença entre eles são alguns componentes: O da Manic Panic é um kit mais bonitinho, já o da Raw vem com um creme para neutralizar amarelado, o que sugere que a proposta deles é te fazer sair do banheiro platinada. Mesmo que a descoloração fique amarelada, no próprio kit já vem neutralizador.












O kit da Manic Panic!

Na teoria, é relativamente a mesma coisa: oxidante, descolorante, um pincel para fazer a mistura. Deixar nos fios o tempo indicado na embalagem para o objetivo, que varia de 15 minutos a 45 minutos.
É tudo muito explicado! Mesmo que a pessoa não tenha o conhecimento básico, ela pode tranquilamente comprar o kit e aplicar sozinha em casa, sem maiores dificuldades! d:-)










Kit da Raw











O neutralizador que vem com a Raw, nada mais que um creme violeta escuro (é bem similar a pigmentação da Loreal Silver).

E a comparação dos dois kits:











A diferença na pratica é só a oxigenada e o neutralizador da Raw. Ambos tem a mesma proposta e mesmos componentes. O da MP é mais simpático por ter mais acessórios, porem a Raw compensa incluindo o condicionador.

Assim que tiver a parte pratica volto pra contar os resultados! ^^

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Proximo post...

Passei um tempinho fora..Faz quase 1 semana que estou tentando montar esse post, mas o blog nao me deixa postar fotos! d:-/

O que dificulta demais neste caso, porque voltei com novidades: os kits de descoloraçao da Raw, da Manic Panic e o Tonner Virgin Snow.

Os kits ainda nao foram testados, nao deu tempo. E eu só consegui um de cada, tive medo de comprar mais e ser barrada, logo nem tenho como disponibilizar. Fica só pra voce conhecer e saber que nao é mito! haha

E o Virgin Snow...Testei apenas uma vez, na franja e nao gostei do resultado. Ta, honestamente, acho que ele nao fez nada, a pigmentaçao é fraca demais! Tentarei mais vezes, claro, mas acho que nem compensa anunciar. Especialmente sabendo que ele é tao dificil de dar certo.

Vou acabar colocando pigmentaçao extra...

No mais, tenho outros tres posts encaminhados: um sobre os kits, o outro especificando a diferença de todos os Tonners importados e um comentado de reparador de pontas.

Bem, vou montando e assim que ele me deixar publicar fotos libero! d:-)

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Tutorial- Do laranjado ao rosado

Alguns me pediram um tutorial explicando como deixar o cabelo branco. Outros me perguntam como faz pra mudar de cor e a maioria tem medo de descolorir por pensar que o dano não compensa.

Nesse post irei explorar:

-Soapcap
-Descoloração
-Neutralização de amarelado/laranja/verde
-Tintura

Irei viajar semana que vem e resolvi fazer a mudança no domingo que costuma ter mais tempo livre porque se desse algo errado teria tempo de arrumar.
Meu cabelo estava assim:














Na nuca um branco meio manchado de amarelo, com raiz.














Atras tava muito desbotado de Plum da Directions+roxofluor da Exotic. Algumas partes estavam meio brancas, outras cinza, outras amareladas. Só as pontas estavam um tom de roxo marromenos.

Pra tirar o excesso e deixar o mais claro possível, fiz um soapcap:














-Descolorante Igora de pó azul
-Oxigenada 30v da Amend
-Shampoo anti-residuos Acquaflora
-Óleo vegetal de abacate
-Um espelho
-Cumbuca e pincel

Porque oxigenada de 30v: eu queria o mais claro possível e sinceramente, tive medo que a de 20v na desse conta e me obrigasse a fazer o processo duas vezes. Porem como o cabelo já esta claro, não tinha necessidade de fazer uma descoloração, meu objetivo principal era deixar uniforme e clarear a raiz.
Logo, fiz um soapcap um pouco mais forte, pra garantir que teria um bom resultado.


A misturinha:
 











Proporções iguais de oxigenada e shampoo.





No final é pra ficar mais ou menos nessa consistência. Se tiver liquido demais, acrescenta-se mais descolorante. Se ficar muito pastoso, acrescenta-se shampoo.

Deixa a mistura, separa o cabelo e antes de passar nas mechas...














Aplique o óleo vegetal.
Você pode tanto passar no cabelo todo de uma vez ou aos poucos. Eu fiz por etapa porque acho que fica mais fácil pra prender.

Com o cabelo já "oleoso", comece a aplicar a misturinha..















Quando comecei a aplicar vi que o pó estava granuloso demais. Infelizmente é algo que acontece quando o produto é guardado muito tempo e tem a embalagem violada, como em grandes quantidades que a gente usa um pouco de cada vez e fica abrindo e fechado.
Funciona do mesmo jeito, porem influencia diretamente no resultado, ele parece ficar mais fraco. Sem falar é BEM ruim pra passar nos fios..d:-/

Enfim, gastei o que tinha, acabou nem rendendo tanto, como o pó fica grosso ele acaba simplesmente caindo, não tem aderência.
















Aqui dá pra ver melhor. Embaixo ficou um monte de "bolinhas".
Não passei o descolorante nas pontas propositalmente, a cor que irei aplicar ira cobrir, então não teve necessidade. Minha preocupação era igualar o tom em cima e clarear a raiz.
Mesmo que a cor seja escura é importante deixar a base uniforme, já que ela influencia diretamente no desbotamento.
A cor pode ate ser muito mais escura, mas nas lavagens vai ficando falha.
Logo, se você puder fazer o processo, o resultado dura bem mais.

E na frente!? Estava laranja desbotado em cima com raiz e embaixo estava loiro. Vamos por partes...














Dos lados esta tudo loiro, o problema é essa raiz. Então, faremos o retoque.
Retoque de raiz é literalmente isso ai: dividir as mechas e aplicar produto apenas na raiz.














Na frente, como ficou: a parte loira com descolorante apenas na raiz (ta pra ver umas mechas loiras ali isoladas) e a parte que estava laranja coberta pela misturinha.
Porque não tem a minima necessidade de aplicar nele todo.














De lado fica assim! Da pra ver bem que não apliquei nada alem de óleo na parte loira. Só tem descolorante onde quero clarear.

Pois bem...Deu a hora de fazer efeito e lavei com o Absolte Repair da Loreal.
Neste momento é fundamental que você escolha um shampoo bom e hidratante. O cabelo passou por uma agressão, antes eu lavava com anti-residuos mas fica uÓ! Seco demais, poroso demais. Não compensa. Dai mudei pra um hidratante e vi que de fato faz muita diferença.
O cabelo ja estará naturalmente ressecado, tendo tendencias a quebra. Pra que lavar com algo que vai piorar a situação?! Descolorante sai lavando, sendo insistente. Já que iremos lavar pelo menos duas vezes, que seja com algo que vai amenizar.

Lavei e sequei com secador. Não fiz escova pra não puxar as mechas, queria evitar ao máximo quebras, sequei usando os dedos mesmo.
Meu secador é de ions, logo eu penso que neste caso é muito melhor pros fios se eu usar uma ferramenta que auxilie no processo. 















Não fez tanta diferença na cor, a raiz clareou um pouco. Viu como pó granuloso influencia?! Deveria ter ficado quase branco. Pra mim é suficiente porque essa parte geralmente fica escondida, então eu realmente não precisava de uma raiz branca.
Esteticamente ficaria mais bonitinho. Logo, fuja de pó granuloso.














Atras ficou bem melhor. Ta praticamente branco. As pontas, como disse anteriormente, deixei de proposito. Se tivesse passado produto elas teriam clareado e ficaria tudo uniforme.














E a raiz ainda ficou escura considerando o platinado. Neste momento, dependendo da cor que você for aplicar, não fara diferença, ela ira cobrir.
Se o plano for um tom mais claro ou vermelho, laranja e verde, ai te indico a realmente fazer uma segunda descoloração.

No geral o cabelo sobreviveu! Repare que não ficou quebrado ou elástico...Sim, ele esta mais frágil, porem nada que uma reconstrução não resolva.















Agora...E esse laranja?! Cara, não dá...A não ser que eu reaplique o laranja, nenhuma cor ira cobrir isso ai sem manchar.
Pra mim ainda ta escuro demais pra tentar fazer neutralização, e o medo de piorar!?
Como o cabelo esta bonzinho e ainda aguenta um pouco mais, encarei uma descoloração!











Catei lá do fundo do armário um kit de descoloração que estava LACRADO, comprei ha uns 2 anos e nunca tive oportunidade de usar. Como só preciso pra parte de cima, é mais que o suficiente.











Como estava lacrado numa embalagem dupla-face, não vi a validade. Detalhes a parte...
Refleti antes de abrir. Admito que deu medo, mas pensei comigo mesma: "Qual o pior que pode acontecer? O cabelo virar borracha!".
Encarei do mesmo jeito...haha
Porque eu tava bem curiosa pra saber quais seriam as consequências. Obviamente não indico de jeito nenhum que você tente isso, eu só encarei porque alem de curiosa, tenho produtos aqui pra casos de emergência, profissionais que recuperam de verdade se for necessário.
Logo, só não iria resolver se o cabelo caísse!

Fiz o teste da mecha. Claro! Esperei uns 20 minutos, puxei e vi que tava intacto ainda. Pra ter certeza esperei mais os 40 minutos que se indica. Puxei de novo.
Nada. Só então que apliquei no resto, incluindo a raiz...











Eu só tive coragem de aplicar depois que fiz a misturinha e vi que o pó estava usável. Eu já tive experiencia com pó que foi oxidado/estragado e ele simplesmente não dissolve na oxigenada, vira agua! Quando vi que a mistura estava com aspecto normal que tive a confiança do teste. Senão nem teria como passar no cabelo.

Enquanto isso...Que tal focar na parte branca? Pra isso usamos o Tonner!











Esses dias fui ver meu estoque e percebi que o Tonner da Directions perdeu pigmento. Ele era parecido com o da S.E, porem virou um creme branco. O lilas estava tao fraco, mas tao fraco, que não faria efeito nenhum.
Faz o Tonnet da S.E parecer tinta lilas.

Não teve jeito, eu tinha duas opções: ou desprezava de vez o Tonner ou faria reposição de pigmento. A maioria das pessoas morre de medo da segunda opção, seja porque acha que a tinta vai estragar ou não tem noção da proporção e coloca demais.

Aqui eu tenho tres opções: ou adicionar o Fan (pigmento alemao que ganhei da Ericka! d:-D), ou adicionar vg ou usar pigmento de tinta roxa mesmo.
Resolvi usar o Fan porque ele tava quase novo e tem marcador na embalagem.











Nunca, jamais despeje a pigmentação dentro do potinho. Com vg o que aconselho é usar conta-gotas. Com tinta, use a marca de um dedo.
Acrescente as poucos e mexa com uma espatula. Viu que ainda ta muito claro? Adicione mais um pouco...Faça o processo ate ficar um tom médio de lilas.











A tinta não vai estragar. Não tem como, isso nada mais é que um creme com aditivos para fixação do pigmento que sera colocado posteriormente.
Logo, na pratica, estou fazendo meu próprio Tonner. É essa a função do suavizador, ele tem os mesmos componentes da tinta, só não tem o pigmento.
Ou seja: o suavizador nada mais é que a base da tinta. A enorme vantagem é que te permite criar a própria cor.
Foi o que aconteceu, o pigmento dispersou e eu ganhei um suavizador da Directions!











Na luz natural. Tom praticamente idêntico. Posso ate misturar os dois se quiser, não fara diferença.
E agora é aplicar no cabelo, como se estivesse lavando com shampoo.
Coloca um punhado na mão e enluva os fios, de cima pra baixo. E deixa ele lá, ate o momento de lavar tudo.













Enquanto isso, lavei a parte laranja, na pia mesmo. E ainda tenho cabelo! haha
A parte mais curiosa pra mim é que clareou demais, fez muito mais efeito que o Igora. Vai entender...
Moral: descolorante vencido não tem TANTO problema, desde que esteja lacrado. Obvio, evite.

As pontas ficaram um pouco quebradas, a cor abriu bastante e agora ja dá pra aplicar quase qualquer cor.
No caso se ser uma muito clara que não vá cobrir, é só neutralizar o laranja.

Essa parte "preta" da frente é o cabelo enrolado, que esta com Tonner. Repare que ainda tem um pouco de verde ali na mecha da frente.











A cor que eu queria passar cobria, logo apliquei direto a tinta, peguei aquela mecha verde e coloquei com as que estão com Tonner. O objetivo era não tirar o verde, mas deixar a parte amarelada branca.












Essa parte toda de lado ate embaixo presa esta com Tonner, ficara branca. As mechas que a luva esta segurando serão de outra cor. Logo em seguida ja apliquei a tinta, aí é só pra mostrar como faço a separação pro efeito que quero ter.

Enfim, lavei o excesso APENAS com agua morna, comecei da parte mais escura e deixei o cabelo preso com Tonner. Fui lavando em ordem de cor, das mais escuras para as mais claras. Porque pra mim foi mais fácil, a parte escura ficou em cima e não caiu agua no restante, que estava preso e praticamente impermeável de Tonner.
Só depois que todo o excesso de cima saiu enxaguei a parte branca.

Como o cabelo passou por alguns processos que costumam causar danos, fiz uma hidratação rápida com o Force Vector, da Loreal. Porque farei progressiva esses dias e não faz sentido aplicar um creme com queratina.
Ele já é um creme para cabelos frágeis, mesmo não dando tao certo comigo (achei que deixa ao cabelo meio oleoso), pra isso é perfeito, afinal meu cabelo ficou ressecado e eu usei secador.

No final, o resultado foi esse:













Parte da nuca, branco com a raiz castanho media.













As mechas da frente, incluindo a que estava verde desbotado: branco. Sim, o Tonner conseguiu deixar aquela mecha que estava manchada de verde branco. Nem eu tenho explicação logica pra isso! haha

*Lembrando que não faço NENHUMA edição na foto, elas são toscas pra você ver que não são modificadas.










Toda a parte da frente e de lado branca. Isso SÓ com Tonner!












Efeito de lado e atras...Tudo feito com Tonner.













Atras, quadro geral: Deep Purple da Raw e de lado o lilas é Vicious Violet, também da Raw. Ai esta no sol e ficou mais aberto, ele é mais escuro na pratica, praticamente idêntico ao da S.E.
Poderia ter aplicado direto por ser escuro?! Sim, mas ia desbotar manchado, com uns 15 dias já iria precisar de retoque.














De lado, a Vicious Violet e as partes brancas. Repare que ela é praticamente lilas, iria virar um cor diferente por cima do laranja. Ficou um pouco mais clara na raiz, mas a diferença é tao boba que nem chega a ser degrade.













A parte de lado, por baixo do Vicious. Algumas poucas mechas ainda ficaram amareladas, mas isso se fizer neutralização com azul sai.

Pra lavar é do jeito que já comentei aqui: passar shampoo sem esfregar, de cima pra baixo, como se penteasse o cabelo. Assim sai o excesso de tinta e não mancha.
No começo eu indico que se lave separado a parte mais escura só por garantia.


Comentários finais:

-Entendeu porque o óleo vegetal é importante? Ele evita demais o ressecamento, protege demais e não interfere no resultado final. Compensa ter um pouco mais de trabalho.
-Eu tive sorte do cabelo atras já estar bem claro. Usei o roxo de proposito, ele desbota e vai anulando o amarelado, logo a decapagem sai pronta.
Só fiz o processo pra deixar a cor uniforme (a foto não mostra tanto, ele tava bem manchado!), mesmo que depois fosse aplicar uma parecida e mais escura.
-Por mais que pareça, são tons de roxo diferentes. O Deep Purple é bem mais escuro que o roxofluor e como eu comentei, poderia ter aplico direto que iria cobrir o anterior.
Porem, com certeza iria desbotar manchado. E dai ia dar mais trabalho depois pra retocar.
Logo, se você puder "limpar" os fios, mesmo que a cor seja similar, faça-o! Isso mantem a tinta mais tempo.
-Não precisa ter medo de recolocar pigmentação no Tonner, ele nada mais é que o creme base da tinta sem o colorido.
Logo, quando eu digo que faço e prefiro, não tenha medo, não fique inseguro. Dá certo! O negocio é saber a proporção.
-Após a descoloração, de preferencia a um shampoo hidratante.
-Após aplicar a tinta, hidrate com um creme bom, de ph baixo.
-Neutralizar é uma facilidade enorme, porem tem limites. Se a cor tiver muito intensa repita a decapagem, do contrario há risco de manchas.
-Descoloração detona sim, se não for feita da maneira correta e não tiver cuidados depois.  Manutenção é tudo. E não adianta simplesmente entupir de creme e fazer tempo de pausa, é preciso escolher bem os produtos e usa-los na ordem apropriada.

Ficando alguma duvida, é só entrar em contato! ^^

Quanto as tintas: A Vicious Violet esta fora de circulação, porem ela é similar a Cerise da Directions, a Virgin Rose da S.E e a Rosa Sakura da Exotic.
E a Deep Purple tem disponível da Raw e da S.E.